sábado, 5 de fevereiro de 2011

Sorriso


"a flor do teu sorriso aberto
 tem sementes,
os dentes irregulares levemente imprecisos 
são encantadores,
e a simetria não é esdrúxula.
teu sorriso exala esse  aroma gostoso 
e toca meu coração com calma.
teus mamilus esses pontiagudos picos
 apontam pra mim com delicadeza.
mas me causam arrepios.

e seu quadril simulando o movimentos da águas
me embala sem perceber,
ao som "nãna meu bem..."
na curvatura de tuas coxas me encaixo e me enrosco
deliciosamente toco sua virilhidade
na tua virtualidade eu cresci...
e deflorei teu santo
com devoção explicita.
Heberle Babetto