sábado, 5 de fevereiro de 2011

sua santidade...

sou do tipo de santo que caminha pelo mundo 
e deixa marcas na tua soleira...
solidário nas horas incertas, 
presente quando voce não me espera.


Trago a tona sua sutilezas e algumas de suas angustias e desesperos, 
para logo depois te ajudar a expelir para fora, 
deixando sua essência original renovada,


Não faço milagres  !!!
Nem  realizo curas !!!
Não trago de volta seu amor perdido !!!
apenas lubrifico a alma
 e umedeço o espírito ressecado.


no mais sou uma espécie de santo não canônico
não catalogado,
nem catatonico,
sou santo vivo,
voce pode:
me beber,
me chupar,
me beijar, 
me abraçar,
um breve aviso não tenho bula,
agite um pouco antes ingerir...
e saiba que na refazenda 
eu te ensino a fazer renda 
                                               E TU...