sexta-feira, 25 de março de 2011

la fleur de votre sourire, une petite fleur



na seara dos romances                                (literatura)
é que aprendi muito sobre minha humanidade.
não precisei de mestrado ou doutorado ou de mergulhar em livros de filosofia e psicologia.
foi aqui mesmo no campo do senhor na terra de Maha Lila,
na contradição de meu espelho.
Os romances são isso, trazem janelas e portas para o mundo de realidades simuladas e não vividas experimentos, virtualidades....
não é preciso cartas psicografadas de vidas arrependidas e não vividas,
que só reclamam do que não se viveu e do que mal viveu,
viver se descortina, sem esforço ou esboço,
numa inevitável sequência de eventos que fluem,
mesmo depois de ter ido embora
continuam a reverberar...
mas é bom e vale pena ver de novo
as possibilidades....
e realizar.

Heberle Babetto