sexta-feira, 25 de março de 2011

Zona Zen




respire luz
plasme  sentidos múltiplos,
descubra o som das flores,
ignore a radiação...
beba água limpa,
banhe-se no bálsamo da manhã,
desnude os sentidos por tráz da palavras.


o aroma do hormônios...
o sabor do suor...
o brilho das lágrimas...
o tempo perdido nas andanças...
o sorriso das crianças


e celebre o encontro das águas da pororoca,
crie rituais inusitados e saborosos,
redescubra línguas mortas,
colecione particulas quânticas,
vibre ao som das cordas e solte-se;
ainda a tempo de passar um pouco de filtro solar,
renasça do ponto zero,
sorria para as desilusões da vida.


se o vazio bater a sua porta:
saiba ele deu origem ao Universo.
Heberle Babetto