sábado, 15 de janeiro de 2011

obrigado Maria

para aninhar a alma 
e anelar a vida
desnudar o segredo.
existo logo somos,
nosso caminho traçamos,
com riscos pela areia
ao sabor do vento
como crianças nuas tocamos
bolhas de sabão perenes 
mas nos deliciamos
sem nos dar conta
da morte 
nem da eternidade..
Heberle Babetto

obrigado  Marcia Regina Medina