sábado, 25 de junho de 2011

criança sol


O saber poético natural da criança nunca se perde
é como o Sol encoberto por densas nuvens,
cêdo ou tarde através do vento e de tempestades  
 o Sol da vida retorna e todo seu vigor
e a criança retorna o centro da vida.

_ oh... meu pai !!!
obrigado por ventar em minha vida,
ventos carregados de materia viva 
e de sabores tão diversos,
de elegantes floradas, com densos e misteriosos nevoeiros,
quer seja no inverno ou no verão...
Heberle Sales Babetto