terça-feira, 24 de janeiro de 2017

tempo presente

Hoje é um bom tempo para ficar no varal e receber o sol.
deixar sair todo mimimi e o cheiro de naftalina acumulado nas frestas, na trama do tecido da vida....
deixar a leveza dissolver as magoas do passado, as tensões existências, as couraças no corpo...
e cada dia caminhar na corda bamba da vida e encontrar o equilibro dinâmico, mesmo contra o sabor do vento batendo na face ....
mesmo sabendo que estou oxidando a cada respirada....
e de boa, cultivar o caminho da vida, da energia vital, beber uma xícara de chá em boa companhia, ler poesia em voz alta, talvez pelado no quarto escuro, ouvir o silencio do encontro das almas, respirar em sintonia fina .... olhar a luz dos olhos de quem esta a minha frente ... mergulhar nos aromas inesperados e deixar o dia seguir seu fluxo sem resistências, a vida é uma prece , é uma dádiva e se fosse fácil seria um tédio ...
se não tem dor, não tem autoconsciência ... sem memoria da passagem do tempo ... seriamos um eterno vazio.
então ao começar o dia em cada momento afirmar o presente, tempo de ser e estar ....
se isso é sabedoria eu me rendo a ela, assim como a criança se rende ao seio de sua mãe...
símbora .... que cada dia tem suas agonias e bem aventuranças...
Heberle Sales
 Fotografía Surrealista- 
Surrealist Photography
Arno Rafael Minkkinen

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, atividades ao ar livre e água