quarta-feira, 4 de março de 2009

Quero ser santo

Quero ser santo!!!

Sobre a obsessão,
Pela busca da perfeição da vida
É uma vaidade que não careço,
Afinal quando sua circulação ou o seu coração
Por via de regra falhar,
Ou mesmo for acometido por Alzheimer
Ou qualquer intempérie da vida
Você percebe de certa forma
que tudo é perfeito,
mesmo que tenhamos de tirar algumas ervas daninhas do jardim, descobrir a sacralidade da vida é um caminho possível
não é um ideal mas possível para a salvação.

E quem sabe para o cultivo do perfeito
Do belo do sensível do vital e sem mácula.
Aceitar a existência com serenidade,
Quer faça chuva quer faça sol
O que não dizer
Cair na indiferença
E nem deixar de melhorar
Mas ter atitudes mais contemplativas
Assertivas, que iluminem nossas intenções
A fragilidade da vida por si só deveria
mudar nosso olhar e nosso modo de ser .

se estamos aqui agora
o que viemos praticar
nesse mundo?
para viver é necessário deixar para traz toda a esperança
e vãs expectativas, as vaidades, o ego que mutila,
o medo de existir
e medo do devir
a vida nem sempre é palpável,
mas se céu e inferno são aqui,
quem são os companheiros de minha caminhada..
a desesperança, o medo, o ódio, a raiva,
ou a compaixão, o Eros, o êxtase avivado
o ócio criativo,
háaa, os desígnios de minha alma.

Se a vida é sem finalidade
E é um mistério por si e tudo que representa,
Mistério esse que Deus guardou para si,
Então eu digo a vida é uma piada mortal.

Se meus olhos podem ver a beleza ou feiúra do mundo
Se meu coração pode entender os sentidos das coisas,
Para que desperdício da vida...

E no exercício da escolha
As vezes vem a dúvida
Surgem das entranhas e das frestas da realidade
É contradição, filha do erro com a dúvida ( acerto, temor)
Com Cabelos de Medusa, com mil e uma idéias
Na cabeça prontas a te atacar e paralisar
São quimeras outras ilusões
(Ilusões perdidas.)

Se a esperança é os caminhos dos fracassados,
Dos que erraram sua humanidade,
Daqueles que choram amargamente
pela falta da coragem;
daqueles que vivem de auto piedade.
Como posso dizer o que é um ser humano?

Quando acordo em uma manhã preguiçosa,
Corro e pego meu energético agito e tomo
Cada gole na certeza de que vou despertar.
Mesmo sem tomar é o hábito que vem
me visitar e logo depois me desperta.

Sem trocadilho tropeçamos em nós mesmos...
O que é um ser humano?

Temos medo diante do amor...
O que é um ser humano?

Imolamos nossos corpos com jogos de poder.
Sacrificamos nossa linda a juventude
O que é um ser humano?

Ficamos desarraigados de nosso ser
E sentimos o medo e solidão
O que é um ser humano?

Jogamos em mãos erradas nossos destinos.
O que é um ser humano?

Abrimos mãos de nossa essência
Vendemos a alma no mundo.

E só pra garantir acendemos uma vela
pra Deus e outra por diabo
Eis aqui um ser humano!!!!!
Céu e inferno são aqui
Eis um bela escolha...

Heberle Sales Babetto

27 de fevereiro 2009