domingo, 18 de setembro de 2016

asas

Sou eu quem escolho as minhas asas!
Dentro de mim existe uma perseverança infinita
e uma imensa vontade de voar.
Caminho contra o tempo
e em meio a dores e desamores
conduzo os meus passos.
Sempre encontro o meu próprio abrigo
e nunca esqueço de mim mesma.
Eu sei ,que bem lá no fundo,
existe aquele amor próprio
que me permite lutar,
tentar ,
vencer e
jamais desistir.
__ Paula Monteiro