quinta-feira, 29 de julho de 2010

ser ou não ser, melhor é ser...

No mundo sempre existirão
pessoas que vão me amar pelo que sou,
outras que vão me odiar pelo que sou e outras, ainda,
que ora vão me amar
ora vão me odiar.
Sabendo disso, vivo livre.
Falo o que penso,
faço o que tenho vontade,
mudo de opinião
ao meu prazer.
O importante é agradar a mim!
Eu tenho de
estar feliz comigo e para isso
não posso fazer nada pensando
em agradar outra pessoa senão eu mesma.”




As Vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa... e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais!

arilda freitas