segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Instante

«Recordo bem este medo da infância.
Evitava as poças,
sobretudo as novas,após a chuva.
Afinal,uma dela poderia não ter fundo,
ainda que parecesse igual às outras.


Ponho o pé e de súbito ,afundar-me-ei,
voando para baixo,cada vez mais baixo,
rumo às nuvens reflectidas
ou talvez mais além.

Depois a poça secar-se-á,
fechar-se-á por cima de mim,
e eu para sempre trancada -onde-
ficarei com um grito não repercutido à superfície.

Só mais tarde compreendi que
nem todas as más aventuras
cabem nas regras do mundo
e mesmo que o quisessem,
não poderiam acontecer.»


Wistawa Szymborska in "Instante" 


Foto: Monica Stuurop